Ahá!!! Que tal, hein, hein…???

A pagininha ficou até legalzinha, né?
Bastou uma garibadinha aqui, outra alí, uns tropeções com as GIF (ô webdesigner doido sô… tem figurinha com um! UM pixel de espessura!! TRANSPARENTE!!!!!!). Agora só falta uns ajustezinhos do tipo “programa de computador: todo mundo sabe quando começa. Agora, quando acaba? Sódeussabe…).

Quanto ao podcast? Bem… tudo ia as mil maravilhas, os testes de gravação e produção, perfeitos… aí o desastre: pifou o microfone! Avalia aqui, analisa alí, mede acolá… e diagnóstico final – mortinho-da-silva…
Agora tenho que comprar um mike usb com supressor urgente (pela dificuldade de achar aqui no Brasil vou ter que apelar pra eBAY), assim posso usar em meus Macs indistintamente… Tentei usar o microfone interno do iMac da filhota e ouçam a droga que ficou…

Próxima edição do dicionário Oxford American define Podcast

Somente há um ano atrás podcasting era uma atividade de alguns poucos “geeks” e fanáticos por tecnologia emergente. Atualmente você pode ouvir dezenas de programetes em português e milhares em inglês (basta dar uma olhadinha no iTunes, iPodder.com ou Podcast.net). Por este motivo os editores do New Oxford American Dictionary selecionaram “podcast” como a Palavra do Ano de 2005, e a definiram – para a próxima edição a ser lançada no início de 2006 – como o verbete: “gravação digital da transmissão de um programa de rádio ou programa similar, disponível na internet para ser copiado para um tocador de áudio portátil”.
(fonte MacDaily News 06Dec2005)

Notinha: Calma, produzir o danado do ZERO não é nada fácil… nada fica bom…

No ar!

Bem… mais ou menos, né. No ar (na realidade, na rede) só um montão de trabalho pela frente…
Estou somente anunciando a inauguração do meu audio podcast: Impressões Digitais.
Vou tentar produzir os programas de 15 minutos, semanais, mais ou menos estruturados em algumas seções fixas, Como ando “ensaiando” o lançamento desde outubro deste ano, vários modelos foram sendo rascunhados e testados – o que não quer dizer muita coisa; porcaria independe de teste.
Espero contar com o apoio de todos nesta inédita empreitada: uma velha voz de taquara rachada, de São Paulo, Brasil para o mundo!!!